No prato, ela pode ajudar a dar água na boca. Na roupa, ela exibe a personalidade de quem veste. Em estádio de futebol, ela identifica a paixão por um clube. A cor é um elemento marcante de diversas situações da nossa vida e na área da produção de vídeos não é diferente. A escolha por um tom avermelhado ao invés de azul, ou de um amarelo no lugar de um verde não é à toa. Tudo envolve a psicologia das cores e os efeitos que elas podem gerar no espectador.


Seja na composição do cenário, explorando as cores naturais de uma paisagem e, principalmente, na pós-produção de um vídeo, os profissionais da área precisam entender do assunto para fazer escolhas certas para cada tipo de conteúdo produzido. Apesar de haver gostos pessoais, escolher a cor adequada é um processo quase que científico. Que tal conhecer um pouco mais sobre o universo da psicologia das cores?

De onde surgiu a psicologia das cores?

o que é psicologia das cores

Apesar de algumas contribuições mais na base da intuição, como o livro Teoria das Cores, do poeta alemão Johann Wolfgang von Goethe, em 1810, o primeiro estudo com rigor científico é da socióloga alemã Eva Heller. Ela pesquisou cerca de 2 mil pessoas buscando entender e identificar a preferência por determinadas cores e a associação entre cores e palavras ou conceitos. Além disso, ela também buscou se aprofundar na história e na cultura para construir sua teoria. 

Com isso, ela passou a definir o que ficou conhecido como psicologia das cores, uma espécie de conhecimento sobre as prováveis reações das pessoas de uma maneira geral a determinados estímulos baseados em cores. Por isso, artistas, designers, captação de imagem (fotógrafos) e produtores audiovisuais devem ter um bom conhecimento desses estudos para realizar um trabalho mais criativo e coerente com cada ideia. 

Como funciona a psicologia das cores?

O estudo da socióloga alemã vem sendo trabalhado desde então e a seguir você confere um breve resumo de algumas das principais cores e os possíveis efeitos que elas podem gerar.

Azul

Relacionado ao equilíbrio por sua oposição ao vermelho, que indica paixão. É também associado a sensações de paz, além de ser percebida como uma cor fria.

Significados: fé, espiritualidade, contentamento, lealdade, paz, tranquilidade, calma, estabilidade, harmonia, unidade, confiança, verdade, confiança, conservadorismo, segurança, limpeza, ordem, céu, água, frio, tecnologia, depressão.

Vermelho

Possui relação com fogo e sangue. Representa emoções fortes, positivas e negativas. É a cor relativa ao amor.

Significados: raiva, paixão, fúria, ira, desejo, excitação, energia, velocidade, força, poder, calor, amor, agressão, perigo, fogo, sangue, guerra, violência. 

Amarelo

De efeitos díspares, como a diversão, otimismo e juventude, ao mesmo tempo que tem relação com aspectos positivos e negativos, como ciúme, traição e hipocrisia. 

Significados: sabedoria, conhecimento, relaxamento, alegria, felicidade, otimismo, idealismo, imaginação, esperança, claridade, radiosidade, verão, desonestidade, covardia, traição, inveja, cobiça, engano, doença, perigo.

Verde

A esperança é o principal simbolismo do verde, além da óbvia relação com natureza. Por isso, indica também fertilidade e riqueza. 

Significados: cura, calma, perseverança, tenacidade, autoconsciência, orgulho, imutabilidade natureza, meio ambiente, saudável, boa sorte, renovação, juventude, vigor, Primavera, generosidade, fertilidade, ciúme, inexperiência, inveja, imaturidade, destruição.

Preto

Possui certa ambiguidade em seus significados. Para jovens, pode simbolizar poder, sofisticação. Para pessoas mais velhas, escuridão, fim. Além disso, o preto indica mistérios, coisas proibidas. 

Significados: não, poder, sexualidade, sofisticação, formalidade, elegância, riqueza, mistério, medo, anonimato, infelicidade, profundidade, estilo, mal, tristeza, remorso, raiva.

Branco

Relativa à limpeza, pureza e, por isso, inocência e bondade. Indica também espiritualidade e experiência. Praticamente não há relação com aspectos negativos no branco.

Significados: sim, proteção, amor, respeito, mesura, pureza, simplicidade, limpeza, paz, humildade, precisão, inocência, juventude, nascimento, inverno, neve, bom, esterilidade, casamento.

significado da psicologia das cores

Usando as cores

Agora que você conhece um pouco mais sobre os possíveis usos da psicologia das cores, o projeto da sua produção pode ficar ainda melhor. Pra isso, conte com uma produtora de vídeos e profissionais que vão saber usar as melhores estratégias. Pode ser para um vídeo institucional, vídeo de treinamento, documentário ou vídeo para web. Entre em contato e vamos criar.